Extintor veicular: leis, utilização e o mercado.

Home / Tecnologia / Extintor veicular: leis, utilização e o mercado.

Extintor veicular: leis, utilização e o mercado.

Extintor veicular: leis, utilização e o mercado.

O uso do extintor veicular é obrigatório? Aqui tiramos suas dúvidas sobre essa polêmica.

Primeiramente, equipamentos de segurança são indispensáveis. Aqui vamos falar sobre os extintor veicular, o que diz a Lei, seus tipos, e para quais materiais cada um é indicado. Confira e saiba como estar com eles sempre em dia.

Boa leitura!

O que diz a Lei atual?

O porte de extintor de incêndio no interior dos veículos leves é facultativo. Em carros pequenos e caminhonetes, “leva quem quiser”, porém, precisa ser modelo ABC. Isso gera muitas discussões. No entanto, veículos de carga ainda exigem o porte extintor.

“Art. 1º …é facultativo o uso do extintor de incêndio, para automóveis, utilitários, camionetas, caminhonetes e triciclos de cabine fechada, … instalado na parte dianteira do habitáculo do veículo, ao alcance do condutor”.

4º É obrigatório o uso do extintor de incêndio para caminhão, caminhão-trator, micro-ônibus, ônibus, veículos destinados ao transporte de produtos inflamáveis, líquidos, gasosos e para todo veículo utilizado no transporte coletivo de passageiros.

Quais leis já passaram?

Desde que a primeira promulgação da Lei, com a Resolução 157 do CONTRAN, em 22 de abril de 2004, ela sofreu diversas alterações. Escrevemos a partir das seguintes definições:

  • Resoluções nº 223/07 – (09/02/2007);
  • Resoluções nº 272/08 – (14/03/2008);
  • Resoluções nº 333/09 – (06/11/2009);
  • Deliberação 140/15 – (06/01/2015);
  • Resolução nº 521/15 – (25/03/2015);
  • Resolução nº 536/15 – (17/06/2015);
  • Resolução nº 556/15 – (17/09/2015).

Confira a tabela da relação entre extintor veicular, cargas e veículos

Tabela de veículos e obrigações de extintor veicular
Tabela apresentando o comparativo entre o tipo de veículo e a necessidade de extintor veicular.

Pode ser A, B, C, ABC, XYZ. Mesmo sendo um item do cotidiano, poucas pessoas sabem como utilizar os extintores corretamente e o que cada letra escrita neles representa. Além de ser mantido em segurança, só deve ser manipulado em momento de utilização ou para revisões periódicas.

Multa e pontos na carteira

Antes de mais nada, o condutor que descumprir a norma pode receber cinco pontos na CNH, retenção do veículo para regularização (guincho) e multa de R$ 127,69. Isso pode acontecer quando:

  • Extintor estiver com lacre rompido;
  • Portar extintor que não seja ABC;
  • Extintor fora do prazo de validade;
  • Quaisquer extintores sem selo do INMETRO;
  • Extintor mal posicionado (lugar errado).

Lembre-se que o lugar certo do extintor é junto aos bancos dianteiros do veículo, onde seja fácil de acessá-lo. Alías, já pensou na influência do tapete certo na segurança do dia a dia?

 

Extintor veicular cheio
Lembre-se de sempre verificar o medidor para manter o extintor veicular sempre carregado.

 

Como se classifica um extintor veicular

Os extintores são classificados pela sua aplicação. Cada classe combate um material combustível diferente, seja ele líquido, sólido ou gasoso. Alguns extintores podem ser usados em mais de uma classe, desde que sejam observados os detalhes.

Os extintores mais comuns são H2O, espumas, gases inertes e pó químico.

Apesar de parecer uma solução simples, é preciso estar atento no momento de usar. A água, por exemplo, não pode ser utilizada em diversas situações, como:

  • Incêndios Classe C, dado a sua condução de eletricidade
  • Produtos químicos, pois a água “ferve” e reage de forma violenta

Extintores H2O

Contém água pressurizada na forma líquida, e é usado como jato ou como neblina. Eles são indicados para incêndios Classe A, em materiais comuns como madeira, papel, tecidos, etc. Os extintores de água pressurizada funcionam principalmente para resfriamento e abafamento das chamas.

Extintores de espuma

Para incêndios das classes A e B. Agem abafando os focos e sua funcionalidade é simples. A espuma cria uma barreira que desvia o oxigênio e retém difusões inflamáveis. Dadas essas características, é muito indicado para inícios de incêndio.

Extintores de gases inertes

São utilizados em incêndios com equipamentos elétricos (Classe C). O gás carbônico é o mais utilizado. Os gases não conduzem eletricidade, e por isso também podem ser usados em incêndios de classes A e B.

Extintores de pó químico

Seu conteúdo pode variar. Entretanto os principais “pós” são o Fosfato de monoamônico [NH4H2PO4], tri-classe, polivalente, e que pode ser aplicado para as classes ABC. Bem como o Bicarbonato de sódio [NaHCO3], que também é o mais comum de ser encontrado, e pode ser utilizado nas classes BC.

Do mesmo modo, existe o Bicarbonato de potássio [KHCO3], para classes BC, e utilizado em plataformas de petróleo pela sua capacidade extintora. Por fim, o MET-L-KYL / LITH-X, destinado a metais pirofóricos, como o Lítio e o Magnésio.

O que é o extintor veicular ABC?

Antes de mais nada, o extintor veicular ABC é polivalente. Por isso, ele é capaz de combater incêndio das 3 classes mais comuns. Ou seja, sua praticidade o torna presente na maioria dos automóveis. Logo, em apenas uma fórmula, é possível combater incêndios de combustíveis sólidos, combustíveis líquidos e equipamentos energizados.

Confira as opções AutoNext para extintores ABC. O extintor ABC é o mais indicado para equipar seu veículo.

 

bombeiro com extintor de incêndio em combate
Os modelos de extintor veicular possuem pouca carga pois são indicados para combater apenas o início dos incêndios.

As classes de incêndio são divididas de acordo com o material combustível.

Incêndios Classe A:

Incêndios mais comuns, com materiais como borracha, madeira, papel, plásticos, e tecidos. Desta forma, os materiais formam brasa e criam resíduos.

Classe B:

Incêndios com líquidos, como álcool, gasolina, óleos (exceto de cozinha), querosene, solventes e tintas. Os gases inflamáveis, como propano e butano são igualmente inclusos nesta classe.

Incêndios Classe C:

Iincêndios com equipamentos elétricos energizados, como estufas, eletrodomésticos em geral, transformadores, motores, etc.

Classe D:

São incêndios com metais combustíveis, tal qual o sódio, potássio, magnésio, lítio, titânio.

Incêndios Classe K:

Incêndios que envolvem óleos e graxas de cozinha, como gorduras vegetal e animal, banha e óleo de soja.

Encontre o extintor veicular ideal para seu carro!

Quer segurança e praticidade com a garantia das melhores marcas do mercado? A AutoNext tem uma linha diversa de extintores. Confira todos modelos disponíveis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de e-mail não será publicado.